segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

De volta!

Olá amigas!


Andei ouvindo umas cobranças pela volta dos posts do Blog. Sinal de que ele andou fazendo falta :)


Vou confessar também que andei com uma big saudade de trocar idéias com vocês sobre looks legais, novidades da moda, enfim, nada exagerado, obsessivo, mas de uma forma light e descompromissada. Até porque sou super favorável da gente vestir o que fica bem na gente.


Para fins de bons senso, o nosso espelho é o nosso melhor amigo. É ele que vai mostrar a verdade para você. Não adianta usarmos as últimas tendências da moda, se ficarmos ridículas. Bom senso acima de tudo!


Por falar nisso, li uma reportagem super interessante sobre esses desfiles de moda, grifes e seus looks totalmente fora da nossa realidade. Vejam abaixo e me contem o que acharam.

Ah, nos próximos posts, eu vou propor para vocês avaliarmos um livro, na verdade um guia de estilo, chamado os 100 + da Nina Garcia. Ela sugere 100 itens indispensáveis que toda mulher deve ter. Será se todos os itens são essenciais mesmo? Vamos avaliar comigo? Vai ser super legal.


Segue a reportagem que falei acima. Avaliem e vejam se a colunista não tem toda razão.


"A moda só é atraente para gays", diz colunista britânica

Uma leitora do The Guardian perguntou à colunista Hadley Freeman porque algumas peças que estão "na moda" parecem não terem sido feitas para mulheres com seios grandes.
E eis a resposta: segundo Hadley, o objetivo da indústria não é deixar a mulher mais atraente, mas sim diferente. “Quando as pessoas reclamam que as jaquetas Balmain de £ 4 mil não vestem bem ninguém, estão deixando de ver o X da questão. Elas não foram feitas para deixar ninguém bonito, elas foram feitas para mostrar que a pessoa está usando Balmain”, escreveu.
Além disso, a colunista diz que a moda não é feita para deixar as mulheres atraentes para os homens heterossexuais, que são aqueles que se interessam por seios grandes, por exemplo, – e que esse é um dos maiores problemas. “É por isso que moda tem uma reputação tão ruim, porque é basicamente um clube privativo que exclui homens heterossexuais. Só é atraente para os gays”, explicou.

Isso vai dar o que falar hem meninas!!! Por isso vamos usar o que valoriza as nossas formas e o nosso jeito feminino. Nada de nos ajustar ao estilo deles. Eles que se ajustem ao nosso!

Fonte: Chic News











4 comentários:

deldrb@yahoo.com.br disse...

Que coisa...Hein!
Quem sabe com essa situação os estilistas começam adquirir um melhor posicionamento, separando melhor o seu segmento e não mascarando o que de fato é para nós Mulheres!São dois tipos de públicos totalmente diferente.
Bjs,
Del

deldrb@yahoo.com.br disse...

Amiga,
Seja bem-vinda, estava com saudades dos seus comentários referente ao mundo da moda!Esse ano promete muitas inovações e upgrade em todas as coleções!Sem falar nas mais bacanas materias que tenho certeza que você trará para nós, ou seja, nos mantendo conectadas com as surpresas!
Beijinhos.
Delzinha

Moda & Cia das Amigas disse...

Pois é Del, vamos comentar sobre todas essas novidades - se vão realmente servir mesmo para mulheres reais como nós. Ah avaliar os itens essenciais da Nina Garcia também vai ser bem legal. Aguarde!

Moda & Cia das Amigas disse...

Ah sobre o que eu tinha comentado no post, veja o que eu achei no blog da Flavia Lafer:Frases sobre estilo e moda que Clarice Lispector escreveu nos anos 50 e 60 :
“Não saber parar de se enfeitar é como não saber parar de comer. Só que, na elegância, a indigestão é dos olhos”
“Andem na moda, claro! Adotem penteados, pinturas, adereços modernos! Mas modernizem, antes de qualquer coisa, a sua mentalidade!”
“A mulher inteligente não é escrava dos caprichos dos costureiros, dos cabeleireiros e dos fabricantes de cosméticos. Antes de adotar a última palavra da moda, ela estuda o efeito da mesma sobre seu tipo. A mulher inteligente sabe que mais importante que parecer “chique” é parecer bonita. (…)Espero que minhas leitoras pertençam a esse tipo de mulher.(…)”
“Raciocinem, estudem a si próprias, em detalhes, lembrem-se de o que fica bem a uma Elizabeth Taylor, miúda e frágil, ficaria ridículo em Sophia Loren. No entanto, ambas são lindíssimas.”
“Preto é uma cor que não suporta mediocridade. Cuidado se sua pele estiver sem viço ou se você já ultrapassou os 40 anos.O preto exige uma maquilage impecável, um aspecto “soigné”, cabelos bem penteados.”
Totalmente atual!